Chatbot no hospital: conheça 8 exemplos de uso

Capa para Chatbot no Hospital
Os chatbots são capazes de revolucionar a área da saúde. Confira 8 exemplos de uso de um chatbot no hospital

Os chatbots são capazes de revolucionar a área da saúde. Confira 8 exemplos de uso de um chatbot no hospital

Desde muito tempo o setor da saúde é indiscutivelmente um dos mais importantes para a humanidade. Neste contexto, os pacientes precisam de acesso rápido à informação e, sobretudo, serem atendidos rapidamente. A boa notícia é que a tecnologia traz avanços constantes para a área da saúde, sendo um deles os chatbots. 

Chatbots têm poder para revolucionar a área da saúde. Além de otimizar os processos administrativos, eles também auxiliam em questões como atendimento, melhorando a experiência dos pacientes e dos profissionais da saúde.

Quer aprender como os chatbots, por natureza, conseguem transformar a rotina de profissionais da saúde? Continue a leitura! 

Afinal, o que faz um chatbot? 

chatbot na saude

Antes de mais nada, precisamos entender um pouco sobre chatbots e aprender por que eles são ferramentas poderosas e revolucionárias.

Chatbots são softwares que podem ser programados com inteligência artificial, com o principal intuito de simplificar e facilitar o atendimento, principalmente por meio de automações. 

Geralmente, esses robôs são criados por empresas para interagir com seus usuários o mais naturalmente possível, resolvendo solicitações e escalando para o atendimento humano, quando necessário. 

Se parar para pensar, você certamente já conversou com alguma empresa via chatbot. Seja por WhatsApp, Facebook Messenger ou Telegram, o chatbot pode ser integrado aos mais diversos canais e está ali para sanar dúvidas e auxiliar pessoas. 

A ideia por trás do grande sucesso e fortalecimento de chatbots no mercado é o fato de ser uma tecnologia capaz de otimizar vários aspectos de uma empresa. Por exemplo, com chatbots, uma empresa pode:

  • Atender grande quantidade de pessoas em pouco tempo;
  • estar disponível para atendimento 24 horas por dia;
  • automatizar processos burocráticos;
  • aumentar vendas;
  • melhorar o relacionamento com os clientes;
  • otimizar a equipe de atendimento ao cliente
  • reduzir custos com processos. 

Na área da saúde, as automações podem gerar ganhos expressivos de tempo e otimização, além de ajudarem a reduzir custos. Confira abaixo alguns exemplos de como utilizar um chatbot no hospital. 

Chatbot no hospital: 8 exemplos de bots na área da saúde

Na lista abaixo, listamos 8 exemplos de uso para um chatbot no hospital, clínica ou consultório médico.

chatbot na saude 2 - Chatbot no hospital: conheça 8 exemplos de uso

1. Avaliar sintomas 

Os pacientes conseguem interagir com um chatbot para reportar sintomas e receber orientações. Além de fornecerem orientações corretas, os chatbots auxiliam médicos, hospitais e clínicas a escalarem as demandas

Por exemplo, depois de fornecer informações básicas para um chatbot, o paciente é encaminhado para os atendentes humanos.

2. Agendar consultas e exames

Depois de avaliar os sintomas dos pacientes e gerar um pré-diagnóstico, o bot consegue auxiliar o paciente a marcar consultas e exames. Por exemplo, você conseguirá integrar um chatbot no hospital à agenda dos profissionais da saúde. 

Dessa forma, o atendimento é automatizado e as consultas são marcadas diretamente na agenda do hospital, sem necessidade de fazer uma fila de espera, por exemplo.

3. Lembrar os pacientes de consultas 

Consultas perdidas podem custar caro aos hospitais e este é considerado um problema mundial na área da saúde. Neste contexto, os chatbots conseguem enviar lembretes automáticos aos pacientes, confirmando as consultas ou oferecendo opções para remarcar. 

Uma boa forma de programar esses lembretes é por meio de uma plataforma de atendimento. Cada vez que os pacientes marcam as consultas, automaticamente os lembretes são programados.

4. Entrega de resultados de exames

Um chatbot no hospital também pode ajudar enviando resultados de exames, poupando os pacientes de terem que retirá-los pessoalmente. Inclusive, os pacientes podem acionar o chatbot para verificarem o status dos resultados. 

5. Processar pagamentos

Processar pagamentos pode ocupar muito tempo nas bancadas de hospitais, além disso, pode gerar filas nos corredores de um hospital.

Um chatbot pode ser integrado a sistemas de pagamentos e ajudar a reduzir essa demanda. Dessa forma, os pagamentos podem ser feitos por WhatsApp ou outro canal de atendimento. 

6. Oferecer suporte e conteúdo relevante

Os chatbots para hospitais também podem ajudar no suporte ao cliente, tirando dúvidas frequentes. Muitas vezes, os pacientes entram em contato por telefone ou comparecem aos hospitais para obterem informações que podem ser dadas pelo chatbot. 

Leia também: O que é FAQ, para que serve e como fazer?

7. Enviar e receber documentos

Assim como os chatbots conseguem marcar consultas, eles podem otimizar a gestão de documentos. Por exemplo, eles podem atuar recebendo documentos de pacientes, fazendo tudo de forma segura e ágil.

Contato inteligente nas Campanhas de Saúde 

8. Criar fichas médicas 

Por meio de automações e integrações a base de dados, os chatbots para hospitais podem auxiliar na criação de fichas médicas, agregando dados e até mesmo atualizando quando necessário. 

Dessa forma, sempre que um paciente marcar uma consulta, a ficha já é gerada pelo chatbot do hospital.

9. Otimizar o atendimento como um todo

Os chatbots conseguem transformar o atendimento ao cliente, otimizando a maioria dos processos e gerando ganhos tanto para as equipes de atendimento quanto para os pacientes.

Além de automatizar muitos processos que exigiam tempo da equipe de atendimento, os chatbots conseguem fazer acompanhamentos pós-consultas. Por exemplo, encaminhar uma pesquisa de satisfação aos pacientes e levantar dados para melhorias de atendimento.

imagem falecomumespecialista - Chatbot no hospital: conheça 8 exemplos de uso

Chatbot no Hospital Madre Teresa

chatbot na saude

O Hospital Madre Teresa é uma entidade religiosa filantrópica, localizada em Belo Horizonte, que atende pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas também por convênios particulares.

O Hospital oferecia aos pacientes duas formas de agendamento de consultas e exames: através de cadastro no site da instituição e através de ligação para o call center, que implica certo tempo de espera. 

O time do HMT, então, queria oferecer mais praticidade e rapidez nesse serviço.

Desenvolvemos um chatbot para agendamento online de consultas e exames no Hospital Madre Teresa, de modo a reduzir custo de ligações da central de atendimento

A solução oferece aos pacientes diversas funcionalidades: 

  • agendamento, cancelamento e remarcação de consultas e exames;
  • próximos horários disponíveis;
  • agendamento por horário ou médico;
  • envio de SMS de lembrete sobre a consulta ou exame;
  • armazenamento de dados cadastrais – para evitar perda de informações;
  • pesquisa de satisfação com os usuários.

O case do Hospital Madre Teresa nos mostra que implementar um chatbot é oferecer a melhor experiência aos pacientes, além de otimizar os processos internos.

A tecnologia gera melhorias para a saúde em vários aspectos, melhorando a vida de toda a humanidade, descobrindo curas e otimizando processos. Por isso, implementar chatbots em clínicas e hospitais pode ser o pontapé para a transformação digital.

Quer continuar aprendendo sobre como os chatbots podem revolucionar a área da saúde? Confira na íntegra o case do chatbot no Hospital Madre Teresa!

Take Blip

Take Blip

Take Blip acredita no poder das conversas para mudar o mundo! Oferecemos soluções conversacionais e somos parceiros de grandes empresas. Trabalhamos unindo o melhor em tecnologia e conhecimento humano, sempre absorvendo, antecipando e criando tendências. 🚀

Receba conteúdos como este em seu e-mail!

Sumário

Escolhas do Editor

Os mais lidos da Categoria

ebook gratuito