Se você usa computador ou outro dispositivo eletrônico regularmente, já deve ter ouvido falar ou se perguntado sobre o que é um software.

Dentro do mundo da tecnologia, alguns termos e conceitos podem ser complexos e parecer longe da realidade de quem não faz parte ativamente, mesmo que sejam usados e aplicados diariamente por todos.

Um deles é o conceito de Software, que nada mais é do que qualquer aplicativo que você acessa no seu computador, celular ou tablet.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Um dos primeiros estudos do conceito de softwares pela humanidade, foi desenvolvido por Ada Lovelace, no século XIX, e era um mecanismo que permitiria que uma máquina analítica hipotética conseguisse realizar cálculos matemáticos.

Em seguida por Alan Turing, considerado o pai da Computação. No entanto, alguns estudiosos apontam que o primeiro software criado oficialmente, surgiu na Inglaterra, apenas 100 anos depois, com Neumann.

Criamos um guia e você pode navegar entre os tópicos clicando abaixo:

Em termos práticos, o que é Software?

Um software é um serviço computacional utilizado para realizar ações nos sistemas de computadores, ou seja, é todo programa presente nos diversos dispositivos (computadores, celulares, televisores, etc.).

Esse programa faz com que diversas tarefas sejam realizadas, como enviar mensagens através do WhatsApp, conversar com um Contato Inteligente criado no Blip, ouvir músicas no Spotify, otimizar rotinas de trabalho ou acessar a Internet pelo Chrome, por exemplo.

Também podemos dizer que um software é uma ponte entre o computador e o humano que o usa.

Quais os tipos de software?

Todo software pode ser usado para realizar uma ou várias tarefas, dependendo de sua complexidade e construção. Eles podem ser classificados nos seguintes tipos:

De sistema

São os responsáveis pelos sistemas operacionais de todos os dispositivos e auxiliam os usuários em seu uso, de forma visual e através de comandos. São extremamente complexos em sua construção.  Exemplos: Windows, Android, iOS.

Para aplicativos

São do tipo mais conhecido, os famosos programas, que são utilizados para realizar tarefas do cotidiano como ouvir música, vídeos, criar e editar planilhas e arquivos. Exemplos: Microsoft Word, Spotify, Calculadora, Instagram, TikTok.

De programação

São softwares que permitem que programadores criem outros programas, através do uso de linguagens de programação. Eles fornecem ferramentas e soluções para testar, compartilhar, gerenciar e até de facilitar a escrita dos códigos.

De comunicação

São aplicações que permitem a troca de mensagens e informações entre os seus usuários, seja em tempo real ou não. São amplamente utilizados por todos, devido a sua importância, inclusive para negócios e empresas. Exemplos: GMail, WhatsApp, Slack.

Para jogos

São softwares que podem ser usados tanto para lazer e entretenimento quanto para educação e estudos. Tem ganhado mais força e espaço no mundo, inclusive nos esportes. Exemplos: The Sims, Candy Crush, League of Legends

Aberto

É qualquer software, incluso nas categorias anteriores, que tenha o código-fonte público e disponível para qualquer pessoa acessar. Exemplos: Linux, OpenOffice, Mozila Firefox. Acesse este link para saber mais.

Um Chatbot, por exemplo, é um Software de Comunicação, pois é utilizado para gerar conversas inteligentes e automatizadas entre pessoas e empresas, como é o caso do Blip, software da TakeBlip que permite a criação, gerenciamento e evolução desta categoria de serviço.

Se você quiser saber mais sobre como chatbots e outros softwares podem andar juntos, acesse este artigo, clicando aqui.

Como funciona e como se constrói um software?

Se cabe uma analogia, podemos dizer que os softwares são o cérebro de qualquer computador, pois geram instruções e informações para que os componentes, também conhecidos como hardware, funcionem corretamente e executem suas funções.

Todos os aparelhos eletrônicos e dispositivos tecnológicos, como computadores e smartphones, são compostos por Hardware e Software.

Enquanto o Hardware é a parte física, como placas, cabos e circuitos eletrônicos, o software é um conjunto de instruções codificadas que permitem que, através do hardware, seja possível utilizar e realizar atividades nestes dispositivos.

Estes dois elementos (hardware e software) sempre estão juntos, trabalhando lado a lado.

Para se construir é preciso passar pelo processo de desenvolvimento. Neste processo, desenvolvedores de software, que são os profissionais responsáveis pela sua criação, escrevem em linguagem de programação, linhas de código contendo instruções e algoritmos (como receitas de bolos, ou tutoriais passo-a-passo) de como e o quê aquele software deve fazer. 

Esses profissionais contam com outros softwares que auxiliam na escrita, testes, gerenciamento e compartilhamento destes códigos, através de linguagens de programação como Java, Python, C# e Ruby, por exemplo.

Continue no nosso blog e confira: Quais são as principais tendências para 2021 em tecnologia e inovação?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: