Você já sabe que as redes sociais são ferramentas imprescindíveis para toda empresa que tem como objetivo escalar suas vendas, atingindo seu público-alvo de onde quer que ele esteja. E é neste cenário que surge o social commerce, também chamado de comércio nas redes sociais.

Social commerce é o nome dado não somente às compras online, mas também a todas as interações entre cliente e marca envolvendo transações virtuais, desde o início até o fim da jornada de compra.

Quer aprender tudo sobre essa tendência de estratégia de marketing que aumenta dia após dia – principalmente após o início da pandemia? Então continue lendo este artigo e entenda como utilizá-la no seu negócio para aumentar suas vendas!

O que é o Social Commerce?

Social commerce, ou comércio nas redes sociais, é o nome dado a uma das estratégias mais utilizadas por negócios de diversos segmentos nos últimos tempos, principalmente quando pensamos no e-commerce varejista

Por meio da comercialização de produtos e serviços online em redes como Instagram, Facebook e WhatsApp, o social commerce traduz em uma única expressão toda a transformação do modo de consumo atual, que se mostrou ainda mais intensa durante o isolamento social causado pelo Covid-19. 

Essa tendência explicita o forte interesse dos consumidores em trocar, aos poucos, boa parte de suas compras feitas em lojas físicas por compras online, seja via e-commerces ou marketplaces em geral.

 

Por que se atentar a essa tendência?

Assim como você, os potenciais clientes do seu negócio também podem gastar horas diárias dando scroll em suas redes sociais preferidas. E por que não marcar presença durante esses momentos de descontração? Afinal, não existe momento mais propício para que os usuários pesquisem por marcas e produtos de seu interesse. 

A urgência dessa estratégia se mostra ainda mais forte quando consideramos a expressiva quantidade de influenciadores que fazem da divulgação de marcas e produtos parte da sua estratégia de conteúdo. 

E os números não deixam espaço para dúvidas! Confira abaixo alguns dos dados coletados pela pesquisa Digital 2021 | Global Overview Report:

 

Imagem com dados sobre o uso de redes sociais ao redor do mundo retirados da pesquisa Fonte Digital 2021 para ilustrar conteúdo sobre Social Commerce
Fonte: Digital 2021 | We Are Social

 

De acordo com o relatório publicado no mês de abril em parceria entre as empresas Hootsuite e We Are Social, 60% de toda a população mundial está online agora.

Com um crescimento de mais de 330 milhões em 2020, os usuários da internet atingiram um total de mais de 4,7 bilhões. Os dados do relatório sugerem que mais de 7 em cada 10 usuários usam plataformas sociais quando procuram informações sobre produtos de seu interesse.

Além disso, quase 45% dos entrevistados visitam redes sociais como o Facebook para esse propósito específico. Ou seja: você não pode ficar de fora dessa!

💡 Saiba mais: Compras online durante a pandemia: como e por que cresceram?

 

Na prática, como o Social Commerce funciona?

O social commerce é uma estratégia que pode ser desenvolvida de diversas maneiras e em variadas plataformas. 

Para quem quer vender: na perspectiva do comerciante, o social commerce consiste basicamente na integração do e-commerce com as redes sociais da empresa.

Para quem quer comprar: na perspectiva do consumidor, a experiência é baseada na compra online do que está sendo ofertado pelo lojista. 

Que tal entender mais sobre suas principais interações nas redes sociais? Confira:

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Ao preencher o formulário acima, você está de acordo com nossa política de privacidade.

 

Lojas de redes sociais

Essa transformação na dinâmica da comercialização de produtos e serviços é tão visível que até mesmo as redes sociais passaram a investir em ferramentas próprias que facilitam a compra e venda de produtos

✍️ Anote a dica: Para explorar as ferramentas de social commerce mais utilizadas, leia o tópico “Melhores redes sociais para Social Commerce” ao final deste artigo!

 

Sites e ferramentas de compra e venda

Quem nunca se perguntou como vender na internet aqueles itens que não usa mais e só ocupam espaço dentro de casa, não é verdade? Essa situação não te parece estranha por um motivo: existe muita demanda para tal!

Neste caso, o social commerce pode acontecer em plataformas de compra e venda como o Mercado Livre, OLX, Enjoei e, até mesmo dentro das redes sociais, em grupos ou marketplaces, como o do próprio Facebook.

 

Aplicações surpreendentes chatbot

Por que fazer Social Commerce? 5 vantagens

1. Mais visibilidade e autoridade

Por meio da divulgação em redes com grande poder de viralização, como o Instagram, Facebook e TikTok, é possível levar o nome da sua marca para milhões de pessoas, sem restrições geográficas! 

Dessa forma, você gera mais autoridade e constrói uma prova social positiva a respeito dos seus serviços e atendimento.

 

2. Melhor experiência do cliente = melhor reputação

Com o auxílio de recursos criados para aumentar o engajamento (comentários, threads, avaliações, conversas via chat etc.) as redes sociais permitem um estreitamento no relacionamento entre marca e cliente durante o processo de compra. 

Ou seja, você pode utilizar destes recursos para melhorar a experiência do cliente durante toda a jornada – desde a descoberta até o pós-compra – o que irá aumentar sua reputação e fortalecer a confiança que seu público tem no seu negócio.

 

3. Cases de sucesso para se inspirar

O social commerce ainda é tratado como uma novidade no Brasil, porém existem muitos cases de sucesso que podem te ajudar a criar o seu. Afinal, o lado bom de “surfar na onda” de uma tendência é ter em quem se inspirar! E, diferentemente de outras tendências passageiras, esta é uma estratégia que veio para ficar. 

Sabendo disso, aproveite o momento e faça pesquisas de mercado do seu nicho para entender quais estratégias estão sendo mais eficazes com seus concorrentes. Ao adaptar o melhor de cada uma para o seu negócio é possível criar uma estratégia de vendas não somente eficaz, mas encantadora para seus clientes.

 

4. E, o melhor: estratégia de baixo custo

Além de todos os benefícios citados acima e diversos outros que você poderá observar na prática, o social commerce é uma estratégia interessante para praticamente todos os segmentos devido ao seu baixo custo e alto retorno

Utilizando as ferramentas já disponíveis nas redes sociais, de forma gratuita, é possível vender muito mais e com recursos financeiros inferiores aos que seriam necessários ao vender por outros canais.

Não se esqueça de agradecer este empurrãozinho à intensa distribuição de conteúdo nas redes!

 

Melhores redes sociais para Social Commerce

  • Instagram 

Com seu recurso de vendas Instagram Shopping, disponível desde 2020 no Brasil, o Instagram permite que o usuário faça compras com praticidade e agilidade, sem sair da rede social durante todo o processo. Nele, é possível adicionar produtos, montar sua própria galeria e redirecionar visitantes para compras no seu e-commerce.

Recentemente, a API do Messenger para Instagram foi liberada para todas as contas corporativas, sem restrições. Essa novidade é um divisor de águas para todas as empresas que desejam automatizar o atendimento na rede e escalar suas vendas na rede!

💡 Saiba mais: Como vender no Instagram? Saiba como usar a rede social no seu negócio

 

  • Facebook

Lançado junto do Instagram Shopping, o recurso Lojas do Facebook segue o mesmo propósito e lógica da ferramenta de vendas para o Instagram.

Também chamado de F-Commerce, o Social Commerce para Facebook utiliza de recursos da própria rede para gerar engajamento e, para começar a utilizá-lo, tudo que você precisa é ter uma conta comercial na rede social. 

💡 Saiba mais: F-commerce: o que é e como vender mais com a loja virtual do Facebook

 

  • Pinterest

Muito além de um gigantesco catálogo de fotos e tutoriais Do It Yourself, o Pinterest também investe na sua própria ferramenta de social commerce, o Pinterest Shopping.

Sua loja virtual é semelhante aos recursos do Facebook, permitindo que você crie anúncios, analise o tráfego e faça toda a transação dentro da rede. 

 

Otimizando o Social Commerce com chatbots

Em uma estratégia de Social Commerce, a utilização de chatbots é fundamental para a otimização dos processos. Os contatos inteligentes automatizam diversas ações diárias de comunicação com seu cliente, potencializando ainda mais suas vendas e relacionamento. 

E, para te ajudar nessa jornada, temos a solução perfeita para você aqui em Take Blip: chatbots para Social Commerce no Facebook e no Instagram.

Revolucione a forma como sua empresa se comunica com seus clientes nas redes sociais por meio da integração Social Commerce + Take Blip! Clique no botão abaixo e saia à frente da concorrência:

 

Fale com um especialista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *